Ortopedia

Alvorada Moema é pioneiro em robótica avançada na ortopedia

Robô de última geração agrega ganhos importantes às artroplastias de joelho e de quadril. Nove médicos do hospital foram certificados para realização desses procedimentos.

A cirurgia robótica está expandindo alcance, chegando à ortopedia como uma promissora ferramenta para melhorar desfechos, reduzir riscos e acelerar a recuperação do paciente. O Americas Serviços Médicos largou na frente, adquirindo o mais recente e avançado modelo de robô do segmento, que estará disponível a partir de 20 de setembro no Hospital Alvorada Moema. Trata-se do sistema robótico Mako, da empresa Stryker, que tem mais de 15 anos de desenvolvimento e resultados clínicos e abrange os procedimentos de artroplastia total de joelho, artroplastia total de quadril e unicompartimental de joelho.

É o primeiro robô do tipo em São Paulo. No Brasil, existe apenas mais um, de um hospital de Minas Gerais que obteve a certificação junto com o Alvorada.

“Além dos recursos para realizar os diferentes tipos de artroplastia, o Mako permite um melhor posicionamento dos componentes da prótese, importante para a precisão dos movimentos e melhores resultados para o paciente”, afirma o Dr. Osvaldo Pires, líder do Sistema de Excelência de Ortopedia.

O planejamento em 3D é um dos recursos que contribuem para a assertividade da cirurgia. Com base nos exames do paciente, sua anatomia e o tipo de prótese, um software programa passo a passo o procedimento e é instalado no robô. “O cirurgião sabe que poderá cumprir o que foi estabelecido no pré-operatório, reduzindo a variabilidade dos resultados e consequentes complicações e melhorando os desfechos clínicos do procedimento”, destaca o Dr. Osvaldo.

A equipe do Alvorada Moema certificada para realizar as cirurgias é composta por cinco cirurgiões ortopédicos muito experientes no procedimento convencional: três de joelho, capacitados para as próteses total e unicompartimental de joelho, e dois de quadril, capacitados para as próteses totais de quadril. 

Ganhos para os pacientes e para o sistema de saúde

A exemplo dos benefícios da tecnologia aplicada a outras especialidades, a robótica propicia ao cirurgião ortopédico maior precisão e mais possibilidades de movimentos. “É um avanço tecnológico que transforma a maneira como os procedimentos ortopédicos são realizados, uma quebra de paradigma na ortopedia que deve avançar ainda muito, sendo uma opção cada vez mais viável e vantajosa pela excelência que proporciona”, diz o Dr. Osvaldo.

Menos invasiva, mais rápida e de resultado mais assertivo, a cirurgia com robô reduz o risco de complicações, a necessidade de UTI no pós-operatório e o tempo de internação, que fica entre um e dois dias. “Com isso ganha o paciente e também o sistema de saúde. Além de diminuir os custos associados a tempo de UTI, internação e eventuais complicações e reinternações, a robótica reduz o uso de materiais, como as guias necessárias nos procedimentos com cortes, e de hemoderivados para transfusões de sangue, por ser uma cirurgia mais segura e menos invasiva”, ressalta o Dr. Osvaldo.

O Americas deve investir cada vez mais na tecnologia robótica para a ortopedia, tendo o desafio de se tornar um polo nesse tipo de procedimento.

Americas Serviços Médicos
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-hospitalar do país