Centro de trauma Vitória Anália Franco

Centro de trauma Vitória Anália Franco

2ª edição - 05/12/2020

Centro de Trauma do Vitória Anália Franco: quebrando paradigmas

Unidade está preparada para aumentar atendimentos e contribuir para desafogar demandas da rede pública

“O melhor hospital para tratar vítimas de trauma é aquele que conta com estrutura completa e fluxo assistencial organizado e protocolado para oferecer o tratamento necessário com a maior agilidade e eficiência”. A afirmação é do Dr. Renato Poggetti, coordenador do Centro de Trauma do Hospital Vitória Anália Franco. E é baseada nesse princípio que a unidade está empenhada em quebrar o paradigma de que traumatologia é uma especialidade restrita aos hospitais públicos. O objetivo para o futuro próximo é triplicar o número de atendimentos nessa área.

“Nosso serviço está altamente capacitado para atender pacientes vinculados a planos de saúde vítimas de todos os tipos de traumas. Para o sistema de saúde como um todo – público e privado –, a oferta de serviços especializados como o nosso significa uma melhor distribuição de recursos, a fim de garantir a todos o atendimento ágil e adequado, o que é fundamental para evitar ou minimizar sequelas graves e irreversíveis”, explica o Dr. Poggetti, que é livre-docente da Faculdade de Medicina da USP, membro do Comitê de Trauma do Colégio Americano de Cirurgiões e diretor do Advanced Trauma Life Support da América Latina.

Aliviando o setor público

Para avançar nessa direção, o Vitória Anália Franco e outras instituições privadas da capital paulista trabalham para modificar o fluxo de atendimento desde a fase pré-hospitalar. Atualmente, na cidade de São Paulo, todas as vítimas de trauma são encaminhadas pelas estruturas de atendimento de emergência para os hospitais públicos, sobrecarregando-os. As transferências, que muitas vezes ocorrem após o primeiro atendimento, resultam em desperdício de um tempo valioso, que poderia ser evitado com a alocação dos pacientes nos hospitais de destino final.

Já está em fase de aprovação junto aos órgãos públicos uma solução desenhada por esse grupo de instituições privadas: profissionais por elas contratados ficarão responsáveis por triar, já momento das chamadas de socorro, os pacientes com planos de saúde e identificar quais as opções disponíveis de serviço, levando sempre em consideração o menor tempo de atendimento e o nível de qualidade.       

Estrutura diferenciada

O Centro de Trauma do Vitória Anália Franco tem à disposição dois cirurgiões traumatologistas 24 horas por dia, sete dias da semana, que mobilizam e lideram equipes médicas e multidisciplinares para oferecer suporte às necessidades específicas de cada caso. Trata-se de um time de retaguarda formado por especialistas em neurocirurgia, cirurgia plástica, ortopedia geral, cirurgia buco-maxilo-facial, radiologia, cirurgia vascular, do aparelho digestivo, microcirurgias para reimplantes, queimaduras e pediatras, entre outros. O tempo de resposta desse time é inferior a 20 minutos.

Sob a coordenação do Centro Trauma, que desenhou protocolos específicos de trauma e estabeleceu fluxos assistenciais e administrativos internos, as demais áreas do hospital estão de prontidão para oferecer suporte aos pacientes em qualquer etapa do atendimento, seja no pronto-socorro, centro cirúrgico, banco de sangue e UTI adulto e pediátrica. Além disso, vítimas de trauma contam com porta de entrada especial no pronto-socorro e um heliponto para receber pacientes que chegam via translado aéreo.

“As taxas de complicações e de morbidade e mortalidade no nosso Centro de Trauma são comparáveis aos melhores centros internacionais”, afirma o Dr. Poggetti. Segundo ele, essa é uma das razões que estimulam a ampliação do serviço.

 

Logo do Americas Serviços Médicos.
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.

Acontece Americas

Conteúdos relacionados