Sala Ortopedia

Fratura do idoso, remuneração por desfecho e robótica são os temas de destaque na sala de Ortopedia

Palestrantes de renome em suas áreas se apresentam em cinco sessões durante o dia 6 de novembro, sempre tendo o paciente no centro do cuidado.

A sala de Ortopedia do 2º Summit Internacional Americas levará aos participantes temas relacionados às linhas de serviços que são foco de atuação da marca. Essas linhas abrangem o tratamento da osteoartrose de quadril, osteoartrose de joelho e dor lombar baixa, atendendo os pacientes em fluxo orientado desde o diagnóstico até sua plena recuperação.

No dia 6 de novembro, das 8h às 8h15, as palestras tratarão da fratura do idoso, com apresentação de Bruno Jannarelli. Após isso, haverá mesa redonda com participação de João Matheus, Roberto Feres, Guilherme Boni e Lucas Leite e moderação de José Octavio Hungria, a ocorrer das 8h15 às 9h.

Osvaldo Pires é diretor do Sistema de Excelência Ortopedia Americas e, juntamente com Bruno Jannarelli, é também curador da sala de Ortopedia do evento. Ele afirma: “Como o tema pandemia está em alta, falaremos de uma das maiores pandemias que existem: a de fratura do idoso. Há um grande número de pacientes com fraturas normalmente cirúrgicas, como de coluna, quadril e rádio distal, que demandam tratamentos complexos. Esses pacientes dificilmente voltam a ter a mesma qualidade de vida de antes da fratura, pois adquirem alguma limitação devido à idade e à dificuldade da recuperação”, explica Pires.

Segundo ele, é de fundamental importância focar no cuidado direcionado a esse público. “Montamos uma estrutura dentro dos nossos hospitais para oferecer cuidado multidisciplinar a esse paciente. Por isso trouxemos esse tema para discussão no Summit”.

A sessão subsequente acontece das 9h às 9h15 e apresentará como a Ortopedia está se integrando aos novos modelos de negócio, com palestra de Fernando M. Pedro e moderação de Osvaldo Pires. Já as novas formas de remuneração na relação entre operadora, hospital e médico, ou seja, a medicina baseada em valor, será debatida em mesa redonda, que vai das 9h15 às 10h, e contará com a participação por Mark Deek, Mário Lenza, Ana Cristina Sogayar e Mario Ferreti, sob moderação de Fernando M. Pedro.

Este módulo é importante por tratar da questão da remuneração pelo melhor desfecho para o paciente, e não por evento. “A linha de serviço é criada para cuidar do doente desde o diagnóstico, passando pelo tratamento clínico, cirúrgico ou não, até sua reabilitação. O médico não será remunerado por operar o doente, mas por melhorar sua qualidade de vida, independentemente do tratamento”, expõe Pires.

Das 10h15 às 11h15, o assunto será inovação: cirurgia robótica nas artroplastias totais de quadril e de joelho, com Yogesh Mittal; e também em trauma, com Gustavo Sanchez. A moderação ficará por conta de Jorge Penedo. “Levamos para o Hospital Alvorada o primeiro robô de São Paulo e um dos primeiros do Brasil para uma cirurgia de prótese de quadril e de joelho. É uma inovação bastante importante porque melhora também o desfecho clínico do doente”, conta Osvaldo Pires.

Em resumo, todos os módulos foram pensados sempre tendo o paciente no centro do cuidado. “E é este legado que queremos deixar com a realização do Summit”, finaliza.

As inscrições para o evento estão abertas e são gratuitas. Confira a programação completa e inscreva-se no link: www.summitamericas.com.br.

INS_noticia-intena_profile-writer.jpg
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-hospitalar do país

Acontece Americas

Conteúdos relacionados