Quality

Indicadores e certificações atestam: estamos no topo da excelência

2ª edição - 27/03/2020

Patamares de qualidade e segurança dos hospitais do grupo Americas superam muitos dos benchmarks nacionais e internacionais.

Composta por 18 unidades, a rede de hospitais do Americas Serviços Médicos apresenta indicadores de qualidade e segurança que não deixam dúvidas: ali se pratica uma medicina em patamares de excelência que superam as referências nacionais e, muitas vezes, as internacionais. Para atingir tal desempenho e se manter na rota de contínua evolução, nosso grupo segue um caminho ousado: desafiar-se e superar a si próprio em busca de novos avanços. Trata-se de uma meta ousada para uma rede que atende por mês 54 mil pacientes e onde atuam 17 mil empregados e 18 mil médicos cadastrados.

“Quando olhamos para o mercado nacional, constamos que a nossa rede hospitalar concorre com ela mesma. Nossa obsessão em oferecer serviços de qualidade é nosso diferencial”, diz a Dra. Lais Perazo, diretora médica do Americas.

A afirmação tem bases sólidas, e inúmeros exemplos podem ser extraídos do Painel de Qualidade e Segurança do Americas, que monitora mês a mês o desempenho de cada um dos 18 hospitais e oferece dados consolidados da rede. Entre outros, podemos citar:

  • Índice de trombólise em pacientes com AVC agudo de 21%, bem acima dos melhores resultados internacionais.
  • Índice de mortalidade dos pacientes críticos das unidades intensivas de 7,64%. É menos da metade do índice geral do Brasil (15,63%) e bem melhor que a média dos hospitais privados do país (11,96%).
  • Índice de infecção do trato urinário associada ao uso de cateter vesical de 0,9 (contra 1 da média nacional).
  • Índice de queda de 0,9 (contra 1 da média nacional).

Quando se observa o desempenho individualizado de alguns de nossos hospitais, outros feitos se sobressaem, como no campo da cardiologia. Nos Hospitais Samaritano – Higienópolis, Samaritano – Paulista e Pró-Cardíaco, o tempo médio entre a chegada do paciente e o tratamento de infarto agudo do miocárdio é de apenas 65 minutos; a taxa de sucesso em revascularização do miocárdio, de 97%; e a taxa de sucesso em angioplastias, de 98%. São números comparáveis a índices de excelência mundiais, como os do American College of Cardiology e do American Heart Association. No ano passado, aliás, o Samaritano – Paulista recebeu pelo 5º ano consecutivo o Chest Pain – MI Registry Platinum Performance Achievement Award, concedido pelo American College por conta de seus resultados no tratamento de pacientes com infarto agudo do miocárdio.

No âmbito da ortopedia, um dos destaques é o Alvorada Moema. Ali, o tempo médio de permanência de uma artroplastia de quadril é de apenas três dias e a taxa de deambulação pós-operatória imediata chega a 86% e 48% dos casos não demandam uso de UTI.

Já na neurologia, uma de nossas estrelas é o Pró-Cardíaco, com tempo médio de 44 minutos entre a chegada do paciente com AVC e o tratamento.

Com conquistas tão expressivas, como continuar avançando? “A cada ano, estabelecemos objetivos mais desafiadores, estratégia que vem nos colocando sempre à frente. Tratamos a excelência nos serviços como algo que está em nosso DNA, ou seja, é da nossa natureza perseguir metas desafiadoras quando o assunto é a qualidade da assistência”, resume a Dra. Lais.

Monitoramento e melhoria contínua

O Painel de Qualidade e Segurança monitora 33 indicadores comuns a todos os hospitais da rede Americas, além de centenas de outros específicos, aplicáveis e definidos pelos próprios hospitais em função das características de cada unidade.  “Trata-se de um importante instrumento de gestão do Grupo”, observa Virgínia Paraizo, diretora de Prática Multiprofissional, destacando que esses dados, particularmente os indicadores consolidados, são acompanhados mensalmente na reunião da alta direção.

“Os resultados também servem para direcionar e supervisionar os vários planos de melhoria que mantêm a rede mobilizada em prol da qualidade e segurança da nossa assistência”, pontua o Dr. Fernando Colombari, diretor de Prática Médica. Oportunidades de melhoria são captadas pelas equipes locais da área de Qualidade, que passam a atuar com apoio da Prática Médica em busca de soluções para eliminar fragilidades e fortalecer as barreiras de segurança, a partir de processos mensuráveis e cientificamente validados.

Além disso, esse eficiente processo de gestão constitui um elemento-chave para outra frente estratégica do Americas: a busca por acreditações e certificações, que, além de reconhecer e dar credibilidade ao trabalho realizado pelas equipes hospitalares por meio de auditorias externas, agregam guidelines e metodologias que reforçam a gestão e a estrutura da qualidade e segurança das unidades.

Também nesse campo o Americas coleciona conquistas e pioneirismos. O Samaritano – Higienópolis, por exemplo, foi um dos primeiros hospitais brasileiros acreditados pela Joint Commission International (JCI). Depois dele, mais sete unidades obtiveram o selo (veja a lista abaixo). Merece destaque também o Programa de Cuidado Clínico em Transplante Renal Pediátrico do Samaritano – Higienópolis, que foi o primeiro do mundo a ser reconhecido pela JCI. Já o Hospital Paulistano foi a primeira instituição nacional a obter o Quality Oncology Practice Initiative (QOPI ®), da American Society of Clinical Oncology (ASCO).

O caminho percorrido pelo Americas não passa despercebido pelo mercado, como provam os reconhecimentos conquistados no ano passado, entre eles o 2º lugar na categoria Serviços Médicos no ranking Valor Inovação Brasil, e a classificação do Samaritano – Higienópolis como o 2º melhor hospital do Brasil (7º na classificação geral da América Latina) no ranking da revista America Economia. Também figuraram nessa lista o Samaritano – Paulista e o Samaritano – Botafogo.   

Algumas das nossas acreditações

JCI

  • Samaritano – Higienópolis (SP), 5º ciclo
  • Samaritano – Paulista (SP), 3º ciclo
  • Hospital Paulistano (SP), 3º ciclo
  • Vitória – Anália Franco (SP), 1º ciclo
  • Alvorada Moema (SP), 3º ciclo
  • Samaritano – Botafogo (RJ), 3º ciclo
  • Pró-Cardíaco (RJ), 3º ciclo
  • Santa Joana Recife (PE), 3º ciclo

ONA III – Acreditado com Excelência

  • Metropolitano (SP)
  • Alvorada Brasília (DF)

ONA II – Acreditado Pleno

  • Hospital de Clínicas de Caieiras (SP)
  • Hospital e Maternidade Madre Theodora (SP)
  • Hospital e Maternidade Santa Lúcia (RJ)

 

Principais Programas Clínicos certificados

Samaritano – Higienópolis (SP)

  • Programa de Cuidado Clínico em Transplante Renal Pediátrico – JCI, 1º ciclo

Hospital Paulistano (SP)                                     

  • Programa de Cuidado Clínico em Cuidados Paliativo – JCI, 3º ciclo
  • Quality Oncology Practice Initiative (QOPI ®) – American Society of Clinical Oncology (ASCO), 1º ciclo

Pró-Cardíaco (RJ)

  • Programa de Cuidado Clínico em Insuficiência Cardíaca – JCI, 1ª ciclo
  • Programa de Cuidados Clínicos no Controle Glicêmico em Diabetes – JCI, 1ª ciclo
  • Primary Stroke Program – Accreditation Canada, 3º ciclo

Samaritano – Botafogo (RJ)

  • Programa de Cuidados Clínicos no Controle Glicêmico em Diabetes – JCI, 1º ciclo
  • Programa de Cirurgia Robótica – Surgycal Review Corporation, 1º ciclo

Samaritano – Paulista (SP)

  • Programa de Cuidado Clínico em Infarto Agudo do Miocárdio – JCI, 3ª ciclo
  • Programa de Cuidado Clínico em Insuficiência Cardíaca – JCI, 3ª ciclo
  • Primary Stroke Program – JCI, 1º ciclo

 

Logo do Americas Serviços Médicos.
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.

Acontece Americas

Conteúdos relacionados