Laudo integrado: solução pioneira do Pró-Cardíaco

Laudo integrado: solução pioneira do Pró-Cardíaco

Equipe de Imagem do hospital emite relatórios diagnósticos unificados a partir de vários tipos de exames. Solução agrega precisão, segurança e velocidade na jornada de cuidado do paciente cardiológico.

O Hospital Pró-Cardíaco, localizado no Rio de Janeiro, desenvolveu uma solução pioneira no Brasil que está fazendo toda a diferença para os pacientes com doenças cardíacas complexas e para os médicos que os tratam: o laudo integrado, produzido pelo time de Imagem do hospital. Trata-se de uma abordagem conjunta para o diagnóstico, prognóstico e orientação terapêutica através de um laudo que congrega todos os resultados dos métodos de imagem aplicados a um paciente, como ressonância magnética, ecocardiografia, tomografia computadorizada e Medicina Nuclear (PET-Scan e cintilografia cardíaca).  

É um documento único, que elimina a profusão de laudos que são costumeiramente emitidos separadamente, cabendo aos médicos juntá-los como peças de um quebra-cabeça. “O que fizemos foi juntar as cabeças dos especialistas que realizam esses exames para gerar um relatório completo e integrado de cada paciente investigado”, explica o Dr. Claudio Tinoco, coordenador do Serviço de Medicina Nuclear do Pró-Cardíaco e responsável técnico da Medicina Nuclear dos hospitais Vitória Barra e Samaritano Barra, também da rede Americas.

“Muitas vezes, os pacientes precisam realizar diversos exames cardiovasculares, sendo que cada um deles permite avaliar com maior especificidade apenas alguns problemas. Não conseguimos, com uma única ferramenta, ter uma avaliação abrangente do coração. Eventualmente, isso pode gerar informações conflituosas em termos diagnósticos”, detalha o Dr. Alexandre Siciliano, cardiologista e diretor técnico do Pró-Cardíaco. “O laudo integrado oferece informações organizadas, contribuindo, inclusive, para afastar riscos relacionados a essas informações parciais. Para os médicos, é um valioso instrumento que os ajuda a tomar as melhores decisões”, acrescenta.

O Dr. Claudio exemplifica o benefício do laudo integrado com o caso de um paciente que era acompanhado há anos com um diagnóstico de cardiopatia hipertensiva, mas nem tinha a pressão tão alta assim, o que chamou a atenção dos especialistas da equipe de Imagem. “O resultado alterado do ecocardiograma o levou a uma ressonância, que levantou a suspeita de amiloidose cardíaca. Para descobrir o tipo de amiloidose, foi realizada uma cintilografia com pirofosfato. Foi espetacular, pois conseguimos confirmar que o paciente tinha uma amiloidose por uma proteína específica. Um diagnóstico preciso, que abriu as portas para um tratamento possível, que reduz a mortalidade da doença em 30%”, conta o Dr. Claudio.

Os laudos integrados estão sendo produzidos desde meados do ano passado a partir de reuniões presenciais e online que ocorrem todas às sextas-feiras. Nelas, especialistas da equipe de Imagem analisam as situações clínicas dos pacientes e os resultados dos vários exames. Também participam clínicos, os solicitantes dos exames e, quando necessário, cirurgiões. Até hoje, já foram emitidos mais de 60 laudos integrados, que estão sendo adotados majoritariamente para casos relacionados a doenças das artérias coronárias, seguidos de casos de amiloidose, doenças das valvas cardíacas e do músculo cardíaco.

Os ganhos já são percebidos pelos pacientes, que contam com uma jornada diagnóstica mais efetiva, segura e rápida. Uma vez que seja detectada nas reuniões a necessidade de complementar a investigação com novos exames, sejam de imagem ou laboratoriais, isso já é solicitado, por exemplo, para o médico assistente do caso, que providencia o encaminhamento.

A solução do Pró-Cardíaco também foi muito bem-recebida pelos cardiologistas, que estão, inclusive, encaminhando pacientes de outras instituições para que façam uso desse recurso diferenciado. No futuro, o hospital também poderá oferecer esse trabalho da equipe de Imagem como um serviço de segunda opinião, analisando os resultados de exames feitos fora da instituição.

A experiência inicial do hospital com o laudo integrado foi documentada em um artigo que analisou o impacto da solução em doenças cardíacas complexas, especialmente pacientes com amiloidose. O trabalho, que tem o Dr. Claudio como primeiro autor, foi submetido
à avaliação do comitê científico do Radiological Society of North America (RSNA) para ser apresentado no próximo congresso da entidade, agendado para novembro, em Chicago. Outra novidade para os próximos meses será a disponibilidade dos laudos integrados em versão digital, incluindo hiperlinks para acesso às imagens dos exames.   

Benefícios do laudo integrado

  • Diagnósticos mais precisos
  • Aceleração do diagnóstico
  • Reforço na segurança do diagnóstico e tratamento
  • Eliminação de desperdícios
  • Satisfação dos médicos

Solicitações de laudos integrados podem ser encaminhadas para o e-mail laudointegrado@procardiaco.com.br. Mais informações sobre a ferramenta também podem ser obtidas por esse canal.

Fellow da ASNC
O Dr. Claudio Tinoco recebeu o título de fellow da American Society of Nuclear Cardiology (ASNC), a maior sociedade médica da área. Membro da entidade desde 1998, o Dr. Claudio é também professor de Medicina da Universidade Federal Fluminense, pesquisador da Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio de Janeiro (Faperj), pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), integrante da Academia de Medicina do Estado do Rio de Janeiro e editor-chefe do periódico International Journal of Cardiovascular Sciences.

Os membros médicos da ASNC que recebem a designação Fellow (FASNC) têm o reconhecimento de que cumpriram todos os requisitos de treinamento e desempenho necessários para a certificação pelo Conselho de Certificação de Cardiologia Nuclear Americano. “Além disso, essa designação reconhece os anos de associação e apoio à Sociedade, validando também as contribuições científicas que fiz na área”, afirma o Dr. Claudio. Ele é autor/colaborador de mais de 100 artigos em periódicos internacionais indexados no PubMed e organizador de uma coletânea de cardiologia nuclear, que tem entre os coautores especialistas renomados, como os Drs. Rob Beanlands e Ernest Garcia.

Sobre a sua nova titulação, o Dr. Claudio entende que ela também dá visibilidade à produção científica realizada no Pró-Cardíaco e no Cardiologia Americas. “Serve como forma de aumentarmos a colaboração nacional e internacional e como inspiração para o nosso grupo de colaboradores, em especial os residentes, que são nosso maior legado para a especialidade e para o cuidado sustentado dos pacientes. Espero que, no futuro, tenhamos outros fellows entre nós”, diz ele.

Fazem parte do time de Imagem do Pró-Cardíaco: Dra. Juliana Serafim, Dr. Carlos Rochitte e Dr. Amarino Junior (Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética), Dr. Arnaldo Rabischoffsky (Ecocardiograma) e Dra. Fernanda Salomão e Dr. Claudio Tinoco (Medicina Nuclear).

INS_noticia-intena_profile-writer.jpg
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-hospitalar do país

Acontece Americas

Conteúdos relacionados