Oncoginecologia

Oncoginecologia do Madre Theodora: um serviço único na região de Campinas

Grupo multidisciplinar oferece total suporte às pacientes com câncer ginecológico. Abordagem integrada favorece os bons resultados.

Receber o diagnóstico de um câncer ginecológico é sempre impactante. Mas é mais fácil enfrentar a doença quando a mulher pode contar com uma estrutura de cuidados integrados capaz de lhe proporcionar tudo o que é importante nesse momento: o tratamento mais indicado para o seu caso, suporte psicológico e emocional e um ambiente acolhedor. É isso que as pacientes encontram no Hospital Madre Theodora, de Campinas (SP), com o atendimento diferenciado do Grupo de Ginecologia Oncológica Integrada e Avançada.

Criado em março de 2020 e alocado em um espaço próprio na ala oncológica do hospital, o serviço de oncoginecologia reúne médicos de diferentes especialidades e outros profissionais dedicados exclusivamente ao atendimento de pacientes com tumores do aparelho reprodutor feminino (útero, colo de útero, ovários e tubas uterinas, vulva e vagina). Compõem a equipe ginecologistas, oncologistas clínicos, especialistas em cirurgia oncológica ginecológica e cirurgia oncológica, enfermagem especializada, nutricionistas, radioterapeutas, ginecologista com especialização em fertilidade, psicóloga e odontologista, um cuidado importante para tratar possíveis problemas bucais causados pelo tratamento.

O serviço do Madre Theodora é o único da região a oferecer atendimento multidisciplinar integrado, uma abordagem que traz importantes benefícios. “Na literatura médica, há diversos estudos que comprovam que esse modelo de assistência contribui para melhores prognósticos, além de reduzir retratamentos e reinternações. Além do tratamento mais assertivo por uma equipe especializada, que atua em conjunto, o acolhimento é fundamental para que as mulheres enfrentem todo o processo”, afirma Dra. Maria Carolina Szymanski de Toledo, coordenadora do Grupo de Ginecologia Oncológica Integrada e Avançada do hospital.

É para proporcionar esse amparo abrangente que, além da psicóloga especializada em oncologia, o serviço inclui um especialista em fertilidade para orientar as pacientes que querem engravidar após o tratamento. O temor de não poder mais ter filhos é um dos maiores fatores de preocupação de mulheres em idade fértil que estão enfrentando o câncer ginecológico. Também importante para a tranquilidade e segurança das pacientes é a disponibilidade de membros da equipe 24 horas por dia para atender emergências.

Facilidades e recursos

A partir do diagnóstico, também realizado no Grupo de Ginecologia Oncológica Integrada e Avançada, começa-se a planejar o tratamento mais adequado para cada caso. “Nesse tipo de doença, o tempo é crucial. Assim, para agilizar e otimizar o tempo durante a programação dos tratamentos para cada paciente, os agendamentos são realizados pela própria equipe, com o cuidado de, quando possível, sincronizar consultas, exames e procedimentos no mesmo dia e local”, explica a Dra. Maria Carolina.

Sempre que possível, as cirurgias são realizadas por videolaparoscopia, um procedimento minimamente invasivo, que se traduz em menos riscos de complicações e recuperação mais rápida. Os cirurgiões, todos capacitados para a realização de videolaparoscopias, contam com a estrutura do centro cirúrgico do Madre Theodora, que adquiriu novos e modernos equipamentos utilizados nesses procedimentos.

A gama de serviços inclui radioterapia e quimioterapia, além das mais recentes armas de combate ao câncer: a imunoterapia e a imunobiologia.

A parceria do Madre Theodora com o Instituto Radium (outra unidade do Americas Oncologia em Campinas) garante a realização de radioterapia de alta precisão. “Esse é um diferencial importante, que também possibilita que as pacientes sejam atendidas pela mesma equipe nas duas instituições”, destaca o Dr. Átila Vendite, gerente médico do Madre Theodora.

Outro ganho na eficiência do tratamento vem do convênio estabelecido com a Clínica Multipat, de análise anatomopatológica, situada ao lado do hospital. “Essa proximidade permite que se faça, durante o procedimento cirúrgico, a biópsia de congelação intraoperatória de um segmento do tumor. O resultado indica ao cirurgião se é necessário aumentar a área de remoção para evitar metástase ou o retorno do câncer”, explica o Dr. Átila.  

Todos esses recursos, somados ao modelo de atendimento integrado, tornaram o serviço do Madre Theodora uma referênciano tratamento do câncer ginecológico. “Tudo isso faz muita diferença no prognóstico e na qualidade de vida das pacientes”, diz a Dra. Maria Carolina. E, ao alavancar a eficiência, com melhores desfechos, também impacta positivamente o sistema de saúde como um todo”, completa ela.

INS_noticia-intena_profile-writer.jpg
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-hospitalar do país

Acontece Americas

Conteúdos relacionados