Reabilitação

Samaritano Paulista: cuidando dos pacientes também depois da alta

É esse o foco das atividades do Centro de Reabilitação e Cuidados Integrados do hospital.

Com equipe multidisciplinar, completa estrutura e programas personalizados, o Centro de Reabilitação e Cuidados Integrados do Samaritano Paulista desempenha um papel fundamental na vida dos pacientes que recebem alta hospitalar: contribui para acelerar sua recuperação e para reverter ou minimizar eventuais sequelas.  

Inaugurado em 2019 e inicialmente voltado ao atendimento de pacientes cardiológicos (casos de infarto, insuficiência cardíaca, cirurgias cardiovasculares, etc.), o serviço foi ampliado em 2020, passando a oferecer também cuidados a pessoas que tiveram eventos neurológicos, como AVC, lesão medular e retirada de tumores, entre outros. Mais recentemente, passou a atender também pacientes de COVID-19 que precisam de reabilitação.

“Adotamos um moderno conceito de centro integrado e inovamos ao propor um tratamento individualizado centrado nos objetivos do paciente. A meta de cada paciente é discutida por toda equipe multidisciplinar, que atua em sintonia para estabelecer a estratégia de cuidado e faz um acompanhamento periódico para avaliar a necessidade de eventuais ajustes”, afirma a fisiatra Dra. Patrícia Vianna. “O objetivo é explorar o melhor potencial funcional de cada paciente, exercendo uma medicina baseada em valor e nas melhores práticas”, completa ela, que coordena a Reabilitação Neurológica.

Especialização e equipamentos de última geração

Compostas por profissionais fisiatras, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais e professores de educação física, as equipes de Cardiologia ou Neurologia são independentes, especializadas em cada área.

Com 1.600 m2 de área, a estrutura do Centro inclui dois ginásios, duas piscinas, setor para terapia ocupacional e uma série de modernos recursos, como bicicletas subaquáticas, esteiras de última geração e equipamentos de ginástica, e mecanismo de suspensão para pacientes com limitação de mobilidade, entre outros.

Geralmente são recomendados ao menos dois tipos de terapia para cada paciente. Pacientes cardiológicos, além do condicionamento físico, passam por um processo de coaching voltado a mudanças do estilo de vida. Na Neurologia, é comum a necessidade de fisioterapia, terapia ocupacional e fonoaudiologia.

Como observa a Dra. Patrícia, os serviços do Centro de Reabilitação e Cuidados Integrados fazem uma diferença significativa para o paciente, que consegue retornar às atividades rotineiras mais rapidamente, e para o sistema de saúde como um todo, pois a reabilitação personalizada e integrada reduz complicações e possíveis reinternações.

O Centro atende tanto pacientes do Samaritano Paulista como de outros hospitais.         

 

INS_noticia-intena_profile-writer.jpg
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-hospitalar do país

Acontece Americas

Conteúdos relacionados