Samaritano Paulista

Samaritano Paulista é um dos melhores hospitais da América Latina

Pelo quarto ano consecutivo, hospital está no ranking elaborado pela prestigiada revista América Economia.

Reafirmando sua posição como uma das melhores instituições de saúde da América Latina, o Samaritano Paulista está, mais uma vez, no seleto ranking elaborado pela revista América Economia. Na avaliação de 2020, o hospital destacou-se em segurança e experiência e satisfação do paciente, com pontuação superior a 80. Em um ano marcado pela pandemia da COVID-19, que trouxe enormes desafios para as instituições de saúde, manter-se entre os melhores e com excelente desempenho em indicadores como esses valoriza ainda mais a conquista do Samaritano Paulista.   

Presente no ranking desde sua primeira participação, o Samaritano Paulista conta com um grupo de Segurança, Qualidade e Satisfação do paciente que tem uma atuação importante para manter os padrões de excelência. Entre outras credenciais, o hospital é acreditado pela Joint Commission International (JCI) e, no final do ano passado, tornou-se o primeiro da América Latina certificado como Chest Pain Center pelo American College of Cardiology (ACC).

“Atuamos com base em protocolos muito bem desenhados, que agregam eficiência, minimizam riscos e agilizam o atendimento de casos em que o tempo é crucial, como infarto e AVC”, afirma o Dr. Valter Furlan, diretor técnico do hospital. Ele destaca, ainda, a qualificação dos profissionais, entre os quais muitos estão engajados em pesquisas e com artigos publicados em revistas cientificas internacionais.

A satisfação dos pacientes é monitorada por meio de pesquisas periódicas, permitindo identificar os pontos fortes da instituição e as oportunidades de aprimoramento. “Além disso, não deixamos nenhuma queixa sem retorno e estamos continuamente empenhados em melhorar a experiência do paciente”, destaca o Dr. Furlan.  

Critérios avaliados

Das 63 instituições incluídas no ranking de 2020 da América Economia, 12 são do Brasil. Participam hospitais ou clínicas de alta complexidade que ofereçam serviços em diversas especialidades e sejam citadas como referência pelos ministérios de saúde de seus países ou outra entidade relevante da área. A seleção leva em conta critérios como Segurança e Dignidade do Paciente, Capital Humano, Eficiência, Gestão do Conhecimento, Experiência do Paciente e Prestígio (item que considera a opinião dos médicos dos hospitais participantes e dos leitores da revista América Economia, além de conquistas e alianças estratégicas da instituição). Para ser incluída no seleto grupo dos melhores, a instituição precisa superar os 50 pontos na média dos quesitos avaliados.

Estar mais uma vez entre os melhores hospitais da América Latina é um reconhecimento para todos os profissionais que atuam no Samaritano Paulista e que, com suas competências, dedicação e humanização no cuidado, fazem dele uma referência. “É motivo de grande orgulho para nossa equipe e um estímulo para continuarmos evoluindo”, diz o Dr. Furlan.

Considerando o ano de pandemia, é também uma mostra de que foram e continuam sendo bem-sucedidas as estratégias e medidas adotadas para atender com eficiência e segurança pacientes com e sem COVID. “Os desafios foram enormes, e nós respondemos com separação de fluxos e de alas de atendimento, fornecimento de EPIs para nossos colaboradores e uma série de outras ações. Ser reconhecido em meio a esse esforço é ainda mais relevante”, finaliza o diretor.

INS_noticia-intena_profile-writer.jpg
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-hospitalar do país

Acontece Americas

Conteúdos relacionados