Gestão Assistencial

Santa Joana Recife reestrutura gestão assistencial para crescer

Nova diretora médica está à frente das iniciativas para alinhar os processos assistenciais da instituição ao modelo corporativo inspirado no conceito de valor em saúde.

O Hospital Santa Joana Recife passa por uma reestruturação estratégica para alinhar seus processos aos padrões do Americas, do qual faz parte desde 2018, e crescer em áreas importantes, como oncologia e cardiologia. O foco é criar linhas assistenciais com cuidados coordenados, baseados nos princípios corporativos de custo/efetividade, combinando melhor desfecho clínico, qualidade, segurança e melhor experiência dos pacientes, colaboradores e corpo clínico.

Quem está liderando esse movimento é a Dra. Erica Batista, que assumiu em maio a Diretoria Médica do Santa Joana Recife, onde já havia atuado anteriormente. Médica infectologista, ela traz na bagagem, além dos conhecimentos da área médica, uma sólida experiência e formação em gestão de saúde, incluindo mestrado em Direção Estratégica de Organizações de Saúde pela Universidade Europeia do Atlântico.

“A Dra. Erica é parte fundamental dessa renovação pela sua qualificação como médica, pelo histórico profissional de gestão em cuidado assistencial e por conhecer o nosso hospital e outras instituições nas quais atuou, o que lhe permite uma avaliação crítica dos nossos pontos fortes e a melhorar”, afirma o Dr. Marcello Caio, diretor da Regional Nordeste e Distrito Federal do Americas.

Segundo a Dra. Erica, a meta é redesenhar a gestão assistencial e formar gestores médicos alinhados aos propósitos institucionais para melhoria de resultados gerais.

Transformações em andamento
O trabalho já começou abrangendo as várias áreas assistenciais – emergência, internação, cardiologia, oncologia e diagnóstico, entre outras – para mapeamento de processos e de riscos, definição de perfil epidemiológico e criação de protocolos de performance e segurança. Também estão sendo redesenhadas as linhas de cuidado do paciente em todo o ciclo de cuidado – atendimento ambulatorial, realização de exames, internação, tratamento, etc. “A intenção é criar um sistema semelhante ao dos grandes centros de saúde do mundo, que acompanhe o paciente em toda a sua jornada, encaminhando-o para a fase seguinte, como a marcação de consulta ou exame, por exemplo. Sem esse cuidado, o paciente pode retardar ou deixar o tratamento”, diz a Dra. Erica.

Com suporte da Diretoria Médica, foram criados fóruns assistenciais semanais, em que profissionais se encontram para troca de experiências e boas práticas. “Isso tem marcado pontos positivos em termos de interação e relacionamento médico. Além disso, estão chegando médicos que vão agregar valor ao nosso hospital. São ações estratégicas importantes para o nosso objetivo”, destaca o Dr. Marcello.

A equipe de cardiologia, por exemplo, foi reforçada com médicos referência na especialidade. Já a oncologia, outra área com planos de crescimento, deverá fechar em breve parceria com uma importante instituição.

A ampliação das instalações é outra frente importante na estratégia de crescimento do Santa Joana Recife. A nova torre em construção será inaugurada em etapas, permitindo expandir centro cirúrgico, UTI, ambulatórios, consultórios e número de leitos, que passará dos atuais 150 para 230. “Os consultórios devem ser inaugurados já na primeira fase, criando um novo, moderno e amplo espaço para os médicos e pacientes”, finaliza Dr. Marcello.

INS_noticia-intena_profile-writer.jpg
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-hospitalar do país

Acontece Americas

Conteúdos relacionados