Bariátrica

Um centro de referência em cirurgia bariátrica no Nordeste

Hospital Monte Klinikum, de Fortaleza (CE), congrega infraestrutura tecnológica, equipes especializadas e pioneirismos, como o uso de robô.

A estrutura diferenciada, as tecnologias de ponta e os elevados padrões de segurança permitiram ao Hospital Monte Klinikum tornar-se um Centro de Referência em Cirurgia Bariátrica. Os bons resultados de recuperação dos pacientes e a baixa taxa de reinternações por complicações atestam a efetividade das políticas e práticas que garantem as melhores condições para realização do procedimento.  

“No hospital, temos um conjunto de condições favoráveis que agregam valor aos nossos serviços e nos tornam reconhecidos no mercado”, afirma o Dr. Rodrigo Babadopulos, cirurgião geral e do aparelho digestivo, certificado para realização de cirurgia bariátrica e metabólica.

Todo o processo pode ser realizado no hospital – desde os exames pré-operatórios até a recuperação pós-cirurgia, incluindo fisioterapia para evitar complicações.

Além do bem-equipado centro cirúrgico e a conceituada UTI, o Monte Klinikum tem equipes assistenciais treinadas e qualificadas. Os materiais utilizados são sempre de primeira linha, e os protocolos para evitar eventos adversos, como embolia pulmonar e trombose, cumpridos rigorosamente. Outro exemplo de atenção à segurança é o código de barras na pulseira do paciente, que informa exatamente a medicação prescrita para evitar enganos.

“Todos esses diferenciais acabam atraindo os principais especialistas em bariátrica para operar no Monte Klinikum”, diz o Dr. Rodrigo.

Entre julho e outubro, foram realizadas 74 cirurgias bariátricas, com tempo médio de permanência de 2,3 dias e taxa de retorno ao hospital em menos de sete dias de apenas 1,4%.

Diferentes técnicas

Atualmente, a maior parte dos procedimentos bariátricos do Monte Klinikum é por videolaparoscopia. Dos quatro tipos de cirurgias bariátricas autorizadas no Brasil, as mais comumente realizadas no Monte Klinikum são a gastrectomia vertical e a gastroplastia com reconstrução em “Y de Roux” (Bypass gástrico). Os outros tipos são a banda gástrica ajustável e a derivação bileopancreática. .   

“A opção pela técnica considera sempre as necessidades e condições de cada paciente. É muito importante entender sua expectativa, alinhando com sua condição de saúde, algo que só médicos bem-preparados e com expertise, como os profissionais do nosso corpo clínico, conseguem”, afirma o Dr. Rodrigo.

A tecnologia robótica, disponível no Monte Klinikum desde 2015, também vem sendo aplicada para a realização de procedimentos bariátricos. O volume de cirurgias bariátricas robóticas ainda é pequeno devido ao custo e ao fato de não serem procedimentos que contam com a cobertura dos convênios. 

“A robótica traz facilidades que melhoram o resultado geral do procedimento, como a visualização em 3D e a possibilidade de movimentar com precisão as extremidades das pinças”, afirma o Dr. Rodrigo, também habilitado para cirurgias robóticas.  Segundo ele, a bariátrica robótica beneficia principalmente casos complexos de pacientes superobesos, com IMC superior a 50, ou de reoperações. “Essa tecnologia é um avanço, o futuro da cirurgia, e vai tornar-se mais acessível com o tempo. Nós já estamos na vanguarda.”

INS_noticia-intena_profile-writer.jpg
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-hospitalar do país

Acontece Americas

Conteúdos relacionados