Imagem ilustrativa com o desenho de um homem com setas apontando para partes de seu corpo.

Acidente? Saiba o que fazer

25/09/2017 - 2 minutos de leitura

Respire, mantenha a calma e tenha em mente que as primeiras atitudes de quem socorre uma vítima podem ser decisivas para salvar a vida dela e prevenir consequências.

Na ânsia de socorrer com agilidade, é comum que as pessoas movimentem um indivíduo acidentado, tentem retirá-lo de ferragens ou escombros, arrisquem alguma manobra para conter sangramentos ou reanimá-lo. Por melhor que seja a intenção, porém, é preciso ter consciência de que uma assistência inadequada é capaz de provocar danos ainda mais severos. Sem contar que você mesmo pode se colocar em uma situação de perigo.

Por isso, antes de tudo, é preciso avaliar a cena do acidente. Se houver ameaças como risco de explosões, de queda de objetos, de desabamento, vazamento de substâncias químicas ou presença de fios elétricos, o mais sensato é se manter afastado.

Outra prioridade é acionar um serviço de emergência o mais rápido possível. Guarde bem os números: Bombeiros: 193; SAMU: 192; e Polícia Militar: 190. Durante a ligação, tente fornecer o máximo possível de informações sobre a ocorrência, o número de pessoas envolvidas, além das condições das vítimas.

Isso feito, ainda é preciso ter um cuidado extra: sinalizar a área do acidente, com triângulos de segurança, cavaletes ou outros objetos, no intuito de evitar que a situação se agrave ainda mais. Dê uma olhada no que mais está a seu alcance, enquanto a assistência profissional não chega:

O que fazer

  • Verifique se você ou alguém envolvido no acidente sofreu ferimentos
  • Caso haja veículos ligados nas proximidades, desligue seus motores.
  • Evite contato com sangue e secreções, usando um saco plástico ou luvas como proteção.
  • Converse com as pessoas acidentadas, acalmando-as, mas tomando o cuidado de não movimentá-las. Perguntas como “Qual o seu nome?” e “O que aconteceu?” ajudam a ter uma ideia sobre seu nível de consciência.
  • Em caso de acidentes envolvendo veículos, verifique se o cinto de segurança está atrapalhando a respiração. Você só deve soltá-lo nessa condição e, mesmo assim, sem mexer na vítima.
  • Observe se o indivíduo está respirando bem, se há hemorragia visível, se suas pupilas estão iguais e se há algum ferimento no tórax. Todas essas informações devem ser relatadas ao profissional de saúde responsável pelo resgate.
  • Se notar algum sangramento, tente pressionar a região com um pano limpo. Sempre com proteção.
  • Proteja a pessoa de sol, frio e chuva, na medida do possível.
  • Em caso de hemorragias, faça torniquete, mas apenas se você tiver domínio da técnica. (Vale a pena aprendê-la, em cursos de primeiros-socorros).

O que não fazer

  • Tente evitar que a pessoa se mexa, por acreditar que está tudo bem.
  • Não movimente a vítima, salvo se existir ameaça de uma árvore cair ou se ela estiver no meio de uma via, por exemplo.
  • Não retire capacetes
  • Não ofereça bebidas
Logo do Americas Serviços Médicos.
Autor Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.