Imagem com texto 'Faça por você: novembro azul'.

Câncer de próstata: quanto antes descobrir, melhor!

13/11/2017 - 2 minutos de leitura

O momento em que a doença é detectada está diretamente relacionado à esperança de cura. É por isso que se preocupar com o diagnóstico precoce é principal conselho deste novembro azul. Dê uma olhada nos números que justificam a precaução:

  • Levantamentos norte-americanos estimam que 1 em cada 6 homens vai desenvolver câncer de próstata durante a vida.
  • Segundo o Instituto Nacional do Câncer, em 2016, foram 61.200 novos casos, sendo que 13.772 homens acabaram morrendo em decorrência do problema.
  • Esse tipo de tumor é a segunda principal causa de óbito masculino, por câncer, no Brasil.
  • 20% dos pacientes ainda são diagnosticados em uma fase avançada da enfermidade.
  • Em estágio inicial, quando a doença está restrita à próstata, as chances de cura superam 90%. Mas, quando se dissemina para outros órgãos, giram em torno de, apenas, 39%..
  • 75% dos episódios se manifestam após os 65 anos de idade, de acordo com dados do Inca. No entanto, o risco já aumenta a partir dos 50 anos, o que justifica uma consulta ao médico nessa faixa etária.
  • Nos Estados Unidos, o programa de rastreamento do câncer de próstata reduziu a mortalidade pela doença em cerca de 40%, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia.
  • Homens negros ou com histórico familiar da doença devem antecipar a avaliação médica para os 45 anos de idade.
Logo do Americas Serviços Médicos
Autor Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.