Banner

Cuidado integrado: a saúde da mulher em todas as fases da vida

Indiferente da fase, da adolescência à pós-menopausa, as mulheres precisam de cuidados médicos integrados, trazendo para si mais qualidade de vida, além de prevenir doenças ginecológicas.

Outubro é o mês dedicado à conscientização sobre o câncer de mama. Mas, além dessa doença, as mulheres estão cada vez mais expostas a males como hipertensão (pressão alta), colesterol elevado e diabetes, entre outros problemas desencadeados principalmente por hábitos pouco saudáveis da vida contemporânea, que podem culminar com doenças mais graves ao longo da vida.

Como se resguardar e garantir saúde e qualidade de vida? É aí que entra em cena um moderno conceito da medicina: o cuidado integral à saúde da mulher. “Essa abordagem requer um olhar global da mulher para oferecer cuidados completos em diferentes aspectos da sua saúde, de acordo com cada fase da vida. É atuação preventiva e de orientação para evitar doenças ou, quando elas acontecem, ter um melhor prognóstico no tratamento”, explica o Dr. Edilberto Rocha, ginecologista e obstetra, coordenador da linha Materno-Infantil do Hospital Santa Joana Recife (PE).

Segundo ele, o ginecologista – principal médico presente em quase toda a vida da mulher – tem um papel fundamental na promoção da saúde integral, avaliando a paciente de forma global. “Nas consultas regulares, além dos exames ginecológicos, ele deve também medir a pressão arterial e solicitar outros exames, como os que permitem checar os níveis de colesterol, risco de diabetes, etc. Se houver alterações, o ginecologista encaminha a paciente para outros especialistas”, diz o Dr. Edilberto.

As doenças ginecológicas mais comuns entre as mulheres brasileiras são miomas (tumores benignos), cistos e infecções vaginais (vaginites). Mas outros vilões têm presença crescente no universo feminino, entre eles a obesidade e o sedentarismo, que podem levar a problemas como diabetes e doenças cardiovasculares. Por isso, cabe também ao ginecologista orientar sobre a importância de manter a alimentação saudável, praticar atividade física regularmente e não fumar. E se for necessário, a médica direciona sua paciente para especialistas, como: nutricionista, educador físico ou até mesmo para um programa de cessação do tabagismo, por exemplo.

Esse cuidado do ginecologista a partir de uma visão global faz toda a diferença. “Dessa forma, atuamos não apenas na prevenção e tratamento de doenças ginecológicas, mas na promoção da saúde integral, com envolvimento de outros especialistas sempre que necessário”, afirma o Dr. Edilberto.

Quando iniciar as consultas com o ginecologista? Quais os cuidados importantes em cada fase da vida?

Puberdade e Adolescência

Antes da primeira menstruação, a menina começa a apresentar mudanças no corpo associadas às alterações hormonais. É nesse momento que deve fazer sua primeira visita ao ginecologista, que irá avaliar o desenvolvimento dos órgãos, hormônios, etc.

Após a primeira menstruação, que hoje costuma acontecer em torno dos 11 ou 12 anos, o especialista dará atenção ao fluxo menstrual, geralmente irregular, e atuará para corrigir qualquer alteração que possa ser prejudicial.

Na adolescência, quando geralmente se inicia a vida sexual, o médico orientará sobre métodos contraceptivos e recursos (como uso de preservativos) para se proteger de doenças sexualmente transmissíveis. Nessa fase, também começa a realização do exame de Papanicolau, que permite a detecção precoce do câncer de colo de útero, infecções e inflamações vaginais e algumas doenças sexualmente transmissíveis, como sífilis, gonorreia e HPV (tipos de vírus associados ao desenvolvimento do câncer de colo de útero).

Adulta

A rotina anual de consultas inclui um check-up ginecológico, com exames de Papanicolau e de ultrassom para avaliar a região pélvica e vaginal.

Ao engravidar, a mulher passa a ter os cuidados do obstetra (que muitas vezes é o próprio ginecologista), para acompanhar o desenvolvimento da criança e as condições de saúde da mãe.

A partir dos 40 anos, a rotina de exames anuais passa a inclui também a mamografia e, ainda que não existam sinais de outras alterações, costuma-se iniciar um check-up geral, com exame de sangue para avaliar diabetes, colesterol e funcionamento de fígado e rim, entre outros pontos. Dependendo do caso, pode ser necessário diminuir os intervalos entre as consultas e exames.

Terceira idade

Com o fim da menstruação, a saúde da mulher vai precisar mais do que nunca de cuidados especiais. É importante incluir na rotina de exames a densitometria óssea (para avaliar osteopenia e osteoporose, que são problemas de perda da massa óssea), avaliação da função cardíaca (o risco de doenças cardiovasculares aumenta com a menopausa) e manter os exames para rastreamento de câncer. Além disso, caso necessário, o médico administrará medicamentos para aliviar sintomas da menopausa, como as ondas de calor e alterações no sono.

Cuide bem de você mesma

  • Pelo menos uma vez por ano faça a consulta com seu ginecologista para um check-up geral.
  • Realize todos os exames solicitados pelo médico e siga os tratamentos prescritos rigorosamente.
  • Caso ele tenha observado algum problema ou ponto de atenção e orientado você a buscar um médico de outra especialidade ou outro profissional de saúde (um nutricionista, por exemplo), não deixe de fazê-lo.
  • Faça o autoexame de mamas mensalmente. Apalpe as mamas para observar algum caroço ou ponto endurecido. Se perceber alguma alteração, agende logo uma consulta com o ginecologista.
  • Cuide com atenção da higiene íntima (veja matéria nesta edição).
  • Invista em uma vida saudável: faça exercícios regularmente e aposte em uma dieta com frutas, verduras, legumes e proteínas magras (carnes de frango ou peixe, leite desnatado, queijo branco). Se for fumante, procure um programa de cessação do tabagismo para se livrar desse hábito extremamente prejudicial para a saúde.
  • Reserve tempo para atividades e hobbies que dão prazer. Isso ajuda a reduzir o estresse.
  • Conheça seu corpo e procure um médico em caso de alguma alteração.

Hospitais de referência na rede Americas

Na rede Americas, você encontra diversos hospitais de referência no cuidado integrado da saúde da mulher. Isso inclui o atendimento por ginecologistas e obstetras, exames laboratoriais e de imagem, emergência ginecológica, oncoginecologia e médicos de outras especialidades quando necessário. Algumas unidades oferecem um check-up completo personalizado para que a mulher possa realizar todos os exames necessários em um único local, considerando suas necessidades e histórico médico, acompanhamento de especialistas para diagnóstico precoce e eventuais tratamentos – o pleno conceito de saúde integral. 

Confira a rede de serviços do Américas

Rio de Janeiro (RJ)

Hospital Samaritano Barra - Fone: (21) 3263-1000

Especialidades ambulatoriais: Ginecologia e Clínica Médica

Exames eletivos: Ultrassonografia e Mamografia

Hospital Vitória Barra - Fone: (21) 3263-2000

Especialidades ambulatoriais: Mastologia, Ginecologia & Obstetrícia e Clínica Médica

Exames eletivos: Ultrassonografia e Mamografia

Hospital Pró-cardíaco - Fone: (21) 3003-2608

Especialidades ambulatoriais: Clínica Médica

Exames eletivos: Ultrassonografia e Mamografia

São Paulo (SP)

Hospital Samaritano Higienópolis - Fone: (11) 3821-5300

Especialidades ambulatoriais: Mastologia, Ginecologia & Obstetrícia e Clínica Médica

Exames eletivos: Ultrassonografia e Mamografia

Hospital Metropolitano - Fone: (11) 3677-2000

Especialidades ambulatoriais: Mastologia, Ginecologia & Obstetrícia e Clínica Médica

Exames eletivos: Ultrassonografia

Hospital Vitória Anália Franco - Fone: (11) 3581-1000

Especialidades ambulatoriais: Mastologia

Exames eletivos: Ultrassonografia

Hospital Paulistano - Fone: (11) 3016-1000

Especialidades ambulatoriais: Mastologia

Exames eletivos: Ultrassonografia e Mamografia

Hospital Alvorada Moema- Fone: (11) 3003-2591 ou (11) 2186-9900

Especialidades ambulatoriais: Clínica Médica

Exames eletivos: Ultrassonografia

Campinas (SP)

Hospital e Maternidade Madre Theodora - Fone: (19) 3501-3000

Especialidades ambulatoriais: Mastologia, Ginecologia & Obstetrícia e Clínica Médica

Exames eletivos: Ultrassonografia e Mamografia

Recife (PE)

Hospital e Maternidade Santa Joana Recife - Fone: (81) 3216-6666

Especialidades ambulatoriais: Mastologia, Ginecologia & Obstetrícia

Exames eletivos: Ultrassonografia

Distrito Federal

Hospital Alvorada Brasília - Fone: (61) 3003-2598

Especialidades ambulatoriais: Mastologia, Ginecologia & Obstetrícia

Conheça nossa rede: https://www.americasmed.com.br/nossas-unidades

Consultório da mulher: Mastologia e Ginecologia

Telefone: (61) 3003-2598

INS_noticia-intena_profile-writer.jpg
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-hospitalar do país