Imagem com pessoas idosas correndo.

Cuidados com a saúde na melhor idade

28/09/2018 - 3 minutos de leitura

Prevenir doenças é a melhor alternativa para envelhecer com qualidade de vida. Em 2030, o Brasil terá a quinta população mais idosa do mundo, que ultrapassará o total de crianças entre zero e 14 anos, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Os brasileiros também estão vivendo cada vez mais: entre 1940 e 2016, a expectativa de vida no país aumentou mais de 30 anos, chegando a 75,8 anos em 2016, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A das mulheres atingiu 79,4 anos e a dos homens, 72,9 anos.
Mas, mais importante que acrescentar anos à vida é acrescentar vida aos anos. Segundo a Organização Mundial de Saúde, qualidade de vida é o sentimento de bem estar pessoal do indivíduo com sua vida, considerando condições básicas que envolvem bem estar físico, mental, psicológico e emocional, relacionamentos sociais, com família e amigos, por exemplo, saúde, acesso à educação, fatores econômicos e o estado espiritual.
Além disso, também é importante considerar que a intensidade e a maneira de viver nessa fase é diferente da fase infância e da fase adulta, e que, em termos de saúde, existem doenças gerais e típicas desta fase da vida e a reação aos medicamentos e a capacidade de defesa também mudam. Por isso, é importante evitar excessos e conhecer os limites adequados para tudo que se for realizar.

A seguir, algumas dicas para envelhecer com mais saúde e qualidade de vida:

Tenha hábitos de vida saudáveis: evitar bebidas alcoólicas, cigarro, gorduras, frituras, carne vermelha, sal e sedentarismo melhora a disposição, a respiração e diminui as chances de desenvolver diversas doenças.
Cuide da alimentação: priorize a ingestão diária de frutas, verduras, legumes, cereais, leite magro e carne magra e alimentos ricos em fibras, que são importantes para o aparelho digestivo e controle do colesterol. Beba no mínimo 1,5 litro de líquidos diariamente.

Consulte seu médico regularmente: fazer um check-up anual preventivamente é melhor do que ir a médico quando já estiver doente. Também priorize os cuidados dos problemas da saúde nas fases iniciais e evite tomar remédios por conta própria ou por orientação de leigos.

Visite o cardiologista anualmente: muitas doenças cardiovasculares, como a hipertensão arterial, podem ocorrer nessa fase da vida. E cuidando da pressão arterial, você também evita outros problemas como insuficiência renal, insuficiência cardíaca, derrame cerebral, ataque cardíaco e acelera a arteriosclerose.

Controle as gorduras sanguíneas: avalie regularmente, com a realização de exames periódicos, as lipoproteínas, colesterol e triglicerídeos para evitar problemas como arteriosclerose e suas consequências (infarto, derrames cerebrais).

Mantenha-se ativo: evite a obesidade, priorizando alimentação saudável e a prática de atividades físicas. Os exercícios físicos regulares trazem impactos positivos aos aspectos físico (melhora as capacidades funcionais de vários sistemas do corpo), emocional (autoestima) e social (colabora com a inserção e aumento do círculo social). Caminhar de 30 minutos a 1 hora por dia, por exemplo, traz ganhos para o condicionamento cardiorrespiratório, a produtividade, tônus muscular, memória, tensão, ansiedade e qualidade do sono.

Reduzir tensões e estresse: busque o autoconhecimento e o autocuidado, evitando situações e pessoas que tragam problemas e irritações. Também reconheça suas próprias limitações físicas, mentais, busque apoio e procure dividir responsabilidades.

Evite ingerir vitaminas em excesso , como a vitamina A, que causa danos ao fígado, dores de cabeça e borramento da visão, e C, que podem precipitar a formação de cálculos renais. A suplementação nas doses corretas é importante.

Controle sua glicemia (açúcar no sangue): altos níveis de glicose no sangue podem elevar a pressão arterial e o risco da formação de placas de aterosclerose no organismo e colaborar para o surgimento de doenças cardiovasculares como angina, doença coronária, infarto, derrame, insuficiência cardíaca, entre outros. O diabetes também pode causar danos sérios em órgãos (olhos, rins, cérebro) e impotência sexual.

Cuide do seu bem estar mental: procure fazer atividades que lhe tragam prazer e convívio com pessoas queridas, amigos e familiares. Fuja do isolamento, da solidão e da ociosidade em excesso.

Logo do Americas Serviços Médicos.
Autor Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.