Imagem com texto 'Quer conhecer outros hábitos decisivos para a saúde óssea?'.

É na infância e na adolescência que se constroem ossos fortes

20/10/2017 - 2 minutos de leitura

90% da massa óssea é formada até por volta dos 21 anos de idade. Veja quais são os hábitos que você deve estimular no seu filho, desde o nascimento, para garantir uma estrutura reforçada

Banho de sol: Bastam 15 minutos por dia, com braços e pernas expostos, para assegurar uma produção adequada de vitamina D. Ela é fundamental para a fixação do cálcio, mineral que entra na composição dos ossos. Por isso, os passeios e brincadeiras ao ar livre são super bem-vindos, desde que naqueles horários em que a radiação solar é menos nociva- antes das 10 e depois das 16 horas.

Exercícios: Futebol, corrida, tênis, ciclismo…Sessenta minutos de atividade física vigorosa por dia desafiam os ossos e, como resposta, a fabricação de massa óssea aumenta. Portanto, você term mais um forte argumento para convencer seu filho a sair da frente das telas e se movimentar mais.

Alimentação: Priorizar alimentos naturais aos processados é um conselho de sempre. Para as crianças brasileiras, o reforço é mais do que necessário, já que, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), elas vêm substituindo alimentos como o leite por sucos e refrigerantes, o que contribui com a carência nutricional. Quando se trata dos ossos, porém, a mensagem precisa ser mais específica: é fundamental garantir o consumo de alimentos ricos em cálcio, já que o mineral é protagonista na formação da massa óssea. Leite e seus derivados, como queijos e iogurtes, vegetais verde-escuros, como a couve, e peixes, como a sardinha e o salmão, estão entre as principais fontes do nutriente.

Boa forma: Pesquisas recentes vêm apontando que a obesidade estaria relacionada à osteoporose. Além disso, um documento da SBP também alerta para as evidências de que o excesso de peso estaria relacionado à perda de massa óssea. Razão de sobra para adotar de vez uma alimentação saudável e vencer o sedentarismo.

Amamentação: o aleitamento materno é a primeira contribuição que você pode dar à saúde óssea do seu bebê. De quebra, você também se protege, pois a amamentação ajuda a prevenir osteoporose na mãe.

Fonte: Dra. Michelle de Oliveira Cardoso, ortopedista infantil do Hospital Alvorada, em São Paulo.

Logo do Americas Serviços Médicos
Autor Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.