Médicos realizando uma cirurgia utilizando um equipamento robótico

MELHORES PRÁTICAS

Excelência robótica multiplicada por 4

19/12/2019 - 4 minutos de leitura

Comprometido com a inovação, a incorporação de tecnologia e sua utilização segundo padrões de excelência, o Samaritano Botafogo tornou-se o primeiro e único hospital da América Latina a conquistar quatro selos da Surgical Review Corporation (SRC), entidade internacional que avalia e atesta a qualidade de instituições, cirurgiões e equipes administrativas no âmbito da cirurgia robótica. Essa distinção coloca o Samaritano Botafogo na posição de expert regional nesse tipo de procedimento, diferenciando-se dos serviços da modalidade oferecidos por outras instituições.

As quatro certificações SRC são: Centro de Excelência em Cirurgia Robótica, Centro de Excelência em Anestesia Especializada, Centro de Excelência em Urologia e Centro de Excelência em Cirurgia Minimamente Invasiva. Sua obtenção significa que estruturas, cirurgiões, enfermagem e times administrativos do Samaritano Botafogo passaram pelo criterioso crivo de inspeção da SRC, que reconheceu que a instituição e seus profissionais especializados atendem aos padrões internacionais estabelecidos, assegurando patamares ótimos de qualidade da assistência e segurança do paciente.

Confira algumas das exigências para cada um dos programas:

Centro de Excelência em Cirurgia Robótica: a instituição deve realizar pelo menos 100 procedimentos robóticos por ano. Cada cirurgião avaliado precisa ter atuado como cirurgião primário em pelo menos 125 procedimentos robóticos ao longo de sua vida profissional e realizar pelo menos 30 procedimentos anualmente.

Centro de Excelência em Anestesia Especializada: a instituição deve prestar cuidados gerais de anestesia para pelo menos 200 pacientes de cirurgia robótica por ano. Cada anestesiologista candidato deve ter prestado serviços de anestesia geral para pelo menos 150 pacientes submetidos a intervenções robóticas e fornecer cuidados gerais de anestesia para pelo menos 100 pacientes de cirurgia robótica por ano.

Cento de Excelência em Urologia: a instituição precisa fazer pelo menos 200 cirurgias robóticas de urologia por ano. Cada cirurgião candidato deve atuar como cirurgião primário em pelos menos 125 procedimentos por ano e precisa ter servido como cirurgião principal em pelo menos um procedimento para se qualificar.

Centro de Excelência em Cirurgia Minimamente Invasiva: a instituição precisa realizar pelo menos 175 procedimentos minimamente invasivos anualmente. Cada cirurgião candidato deve ter atuado como cirurgião principal em pelo menos 150 intervenções minimamente invasivas ao longo de sua vida e realizar pelo menos 100 desses procedimentos por ano.  

Logo do Americas Serviços Médicos.
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.