A imagem mostra uma mulher grávida sentada no chão segurando a barriga.

Gravidez sem dor nas costas

07/07/2018 - 3 minutos de leitura

Oito em cada 10 gestantes sentem dor nas costas, segundo um levantamento da Unicamp. O peso da barriga, a ação de hormônios e a retenção de líquido no sistema locomotor estão por trás do desconforto. Mas é possível contorná-lo. Veja como

O simples aumento no volume do útero e das mamas já justifica o aparecimento do sintoma, devido à sobrecarga na coluna. Mas não é só isso. O hormônio feminino progesterona, que vai às alturas nessa fase, promove a retenção de líquido no sistema musculoesquelético, ao passo que outro, chamado relaxina, torna a musculatura mais flexível, relaxada.

Consequentemente, fica mais difícil manter a postura, o que favorece o incômodo. Prova disso é que um estudo da Unicamp, com 203 mulheres, revelou que 79,8% delas referem dor nas costas.

A tendência é que o problema se intensifique com o avanço da gravidez. No entanto, há situações em que ela se manifesta ainda no primeiro trimestre, principalmente em mulheres que já apresentavam o sintoma antes de engravidar.

A saída é investir em prevenção e poupar a coluna de movimentos que possam agravar o quadro. A rotação e a flexão do tronco, por exemplo, devem ser evitadas, assim como o hábito de ficar sentada por muitas horas. E, enquanto estiver na cadeira, é importante se policiar para manter a coluna ereta. Um banquinho para apoiar os pés e uma almofada para dar suporte à lombar são acessórios que ajudam.

Considere, também, carregar menos peso (na bolsa, por exemplo) e abandonar o salto alto — que, aliás, representa perigo de queda nesse período. E, quando for necessário agachar, dobre os joelhos — nunca a coluna!

Os exercícios também são excelentes aliados, desde que seu médico autorize. Os mais indicados são os de baixo impacto, como natação, caminhada e hidroginástica. Alongamento, ioga e Pilates atuam diretamente na postura, promovendo um efeito muito positivo, mas devem ser orientados por um profissional experiente em treinos para gestantes.

Em casa, algumas adaptações simples podem contribuir com o alívio da dor, como um banho morno prolongado, deixando a água do chuveiro cair na região dolorida, e o uso de um travesseiro entre as pernas, na hora de dormir.

Logo do Americas Serviços Médicos
Autor Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.