Imagem ilustrativa de uma hérnia de disco.

Hérnia de disco: sintomas tendem a regredir com tratamento conservador

09/04/2018 - 3 minutos de leitura

Evidências científicas mostram que mais de 90% dos episódios são resolvidos sem cirurgia

Em alguns casos, a dor é tão intensa que fica difícil acreditar em uma solução que não envolva medidas drásticas. Mas, pode confiar: salvo em situações específicas, o problema tende a regredir com o passar do tempo.

Pense que, entre uma vértebra e outra, existe um disco recheado de uma substância gelatinosa, que serve como amortecedor. Devido à má postura, sedentarismo e outros fatores, o revestimento do disco pode se desgastar, permitindo que essa polpa extravase. Aí, ela pode comprimir um nervo adjacente, ocasionando a sensação dolorosa. O problema, em muitos casos, chega a ser incapacitante.

No entanto, a cirurgia só é recomendada na minoria dos casos, quando há compressão da medula espinhal, por exemplo, ou quando o paciente sente dor, perda de sensibilidade, de reflexo ou formigamento nos membros inferiores, devido à pressão da hérnia sobre um feixe de nervos conhecido como cauda equina. E, também, quando o indivíduo considera seu incômodo insuportável.

Caso contrário, as evidências mostram que a primeira opção não é uma intervenção cirúrgica. Ela até reduz os sintomas mais rapidamente, mas, em longo prazo, não apresenta vantagens em relação ao tratamento conservador.

É o que constatou, por exemplo, um levantamento com 370 pacientes com hérnia lombar, conduzido por universidades suiças e canadenses, como a de Toronto. A conclusão foi que, após três meses de acompanhamento, não houve diferenças significativas entre o grupo submetido à cirurgia e o que optou por métodos conservadores.

Por isso, o Dr. Roberto Feres, coordenador do serviço de ortopedia do Americas Medical City (RJ), recomenda que o tratamento se inicie com um especialista em dor. “Esses profissionais são capacitados para prescrever um esquema terapêutico menos invasivo, que envolva, por exemplo, analgésicos, fisioterapia, acupuntura,quiropraxia, RPG e osteopatia”, justifica.

O objetivo, segundo ele, é atenuar o incômodo e fazer correções posturais que aliviem a sobrecarga sobre o disco. Desta forma, a tendência é que a polpa seja reabsorvida naturalmente.

Logo do Americas Serviços Médicos.
Autor Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.