A imagem mostra fontes de proteína, como o leite, ovos, amendoim, queijo, e etc.

Proteína: matéria prima essencial da alimentação

25/02/2019 - 4 minutos de leitura

A perda de peso não intencional, incluindo massa muscular, é um sintoma frequentemente percebido pela maioria dos pacientes no momento do diagnóstico de câncer, podendo se agravar durante diferentes tipos de tratamento.

A massa muscular de um indivíduo pode variar conforme sua idade, sexo, prática de exercício físico, condição de saúde e tipos de tratamento que o paciente é submetido.

A massa muscular tem muitas funções importantes, tais como: sustentação e movimentação do corpo, produção de calor (a partir da contração), liberação de diversas substâncias importantes no metabolismo e no processo inflamatório.
A perda de massa muscular pode ser aguda (rápida, apenas em algumas semanas) ou lenta e progressiva, causando redução da força física, comprometimento do equilíbrio, cansaço, e em alguns casos, dificuldade para respirar. Esse quadro reflete diretamente na autonomia do corpo, comprometendo o humor do paciente e consequentemente a qualidade de vida.

Para reduzir os danos à massa muscular decorrentes do câncer e dos tratamentos aos quais o paciente é submetido, recomenda-se um maior consumo de alimentos ricos em proteína, em especial os de origem animal, com um teor de proteína avançado, de alto valor biológico.

De qualquer forma, o balanço entre os grupos de alimentos de origem animal e vegetal é determinante na composição adequada de proteína e na sua absorção.

Quanto aos vegetarianos, vale lembrar que faz- se necessário maior cuidado na escolha dos alimentos para atender a quantidade satisfatória de proteína diária.

Para ilustrar, segue uma tabela com quantidade de proteína de alguns alimentos, por ordem alfabética, que pode auxiliar quem deseja melhorar sua ingestão do nutriente:

tabelaCOI

Reduzindo os danos é o nome de uma série de temas que serão abordados com a finalidade de orientar os pacientes a utilizarem os alimentos como aliados ao tratamento do câncer, ajudando no fortalecimento do sistema imunológico durante o tratamento, no controle de sintomas e na prevenção de muitos outros problemas.

Imagem da Mônica Benarroz - Nutricionista do Americas Oncologia.
Nutricionista Mônica Benarroz

Americas Oncologia