A imagem mostra uma idosa meditando com outro idoso

Qualidade de vida na longevidade: cuidados para viver mais e melhor

22/02/2019 - 3 min de leitura

O aumento na expectativa de vida exige mais cuidados para prevenir doenças que aparecem com o passar do tempo.

Em 25 anos, a média de vida do brasileiro aumentou 6,5 anos e alcançou a expectativa de 76 anos — 72,5 anos para os homens e 79,6 anos para as mulheres, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017. De acordo com o Ministério da Saúde, os motivos foram as quedas de mortalidade materna e infantil, por doenças infecciosas e crônicas, e a melhoria de fatores socioambientais e de atenção à saúde. Avanços no tratamento de doenças cardiovasculares, por exemplo, fizeram a população brasileira ganhar 2,3 anos.

Assim, o número de idosos aumentou em 4,8 milhões, desde 2012, superando a marca dos 30,2 milhões em 2017. Para se ter uma ideia, em 1940, em cada mil pessoas que alcançavam os 65 anos de idade, somente 259 chegavam aos 80 anos ou mais. Já em 2017, em cada mil idosos de 65 anos, 632 têm perspectiva de se tornar octogenários.

Para se beneficiar das estatísticas, porém, é preciso afastar doenças endocrinológicas, dos aparelhos circulatório e respiratório e tumores. Como? Adotando hábitos saudáveis, como abandonar o cigarro, maneirar no açúcar, nas gorduras saturadas, no sal e no álcool, praticar atividade física e ir ao médico regularmente.

Imagem da marca do Americas Serviços Médicos
Autor Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.