Imagem ilustrativa de um monstro babando.

Resistência a antibióticos: um problema global

21/07/2017 - 2 minutos de leitura

O uso incorreto do medicamento está entre as principais preocupações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Entenda por que ele ameaça a saúde da população nos quatro cantos do planeta.

“Um número crescente de infecções, como pneumonia, tuberculose e gonorreia, está se tornando mais difícil de ser tratado porque os antibióticos vêm se tornando menos efetivos”, alerta um documento da instituição. O resultado é um maior número de internações, alto custo com a saúde e aumento da mortalidade.

“Esse fenômeno acontece em algumas situações: quando o uso de antibiótico é equivocado (em casos, por exemplo, de infecções virais), quando a bactéria é exposta a um tipo ou concentração de medicamento ineficiente ou, ainda, quando os intervalos e o tempo total de tratamento não são respeitados”, avisa a Dra. Bianca Miranda, infectologista do Hospital Samaritano de São Paulo.

Ela explica que, se o antibiótico não é empregado da forma correta, só os micro-organismos mais fracos morrem. Os mais fortes são expostos à substância e aprendem a se defender dela, criando mecanismos que permitem expulsá-la, mudar o receptor de lugar, impedindo que o medicamento se conecte a ele para fazer efeito, criando uma barreira de proteção ou ainda liberando substâncias capazes de neutralizar o remédio, por exemplo.

O recado da OMS é claro: o mundo precisa rever a dinâmica de prescrições e uso dos remédios dessa classe, além de adotar precauções que minimizem o risco de infecções, bem como lavar as mãos frequentemente, fazer sexo seguro e caprichar na higiene dos alimentos.

Veja outras medidas que a entidade recomenda para evitar a resistência bacteriana:
-Use antibióticos, apenas, quando prescritos por um médico.

-Sempre siga as orientações sobre a forma correta de administração e o tempo total de tratamento (mesmo que os sintomas melhorem antes do término).

-Nunca compartilhe ou indique o remédio para outras pessoas.

-Mantenha a vacinação em dia, seguindo os calendários do Ministério da Saúde e das sociedades médicas.

Fonte: Organização Mundial de Saúde.

Logo do Americas Serviços Médicos.
Autor Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.