Pessoa descartando garrafa PET vazia no lixo

Você sabia que o descarte correto do lixo pode reduzir o risco de contaminação da Covid-19?

Medidas simples contribuem para evitar que garis e outras pessoas tenham contato com resíduos eventualmente contaminados

Máscaras descartáveis, lenços de papel, produtos de uso pessoal ou de limpeza doméstica... Com a pandemia da Covid-19, as pessoas redobraram os cuidados com a higiene pessoal e da casa para se proteger e proteger os outros. Mas tudo isso gera resíduos que têm de ser descartados. Como fazer para que o nosso lixo com materiais eventualmente contaminados não se transforme em um propagador do vírus? Com medidas simples, podemos contribuir para a segurança sanitária das nossas cidades e, principalmente, dos trabalhadores que atuam na limpeza urbana.

“Durante a quarentena, além de profissionais como os da área de saúde, garis e coletores também estão fora das suas casas realizando serviços essenciais para os cidadãos. Podemos e devemos contribuir para diminuir as chances de eles se contaminarem”, afirma a Dra. Renata Beranger, infectologista do Hospital Samaritano Botafogo, do Rio de Janeiro.

Confira as orientações da nossa especialista:

  • De forma geral, resíduos como máscaras descartáveis e lenços de papel usados devem ser colocados no saco plástico destinado ao lixo comum (lixo não reciclável).
  • Se na casa houver alguém contaminado ou com suspeita, o cuidado tem de ser redobrado. Separe um recipiente com um saco plástico resistente para coletar todo o lixo gerado por essa pessoa. Nesse caso, também materiais recicláveis devem ser considerados “lixo comum”.  Feche bem esse saco e o coloque dentro de outro saco plástico. O lixo da pessoa contaminada deve ser retirado por alguém da casa que não esteja contaminado.
  • Preencha os sacos de lixo até dois terços da sua capacidade no máximo. Isso evita o transbordamento de resíduos e possibilita amarrações mais eficientes. Ao fechar o saco, garanta que não haja vazamento de ar ou de líquidos.
  • Como cuidado adicional, você pode borrifar álcool sobre o saco para uma melhor higienização.
  • Cuidado com os objetos cortantes. Além de ferir quem for manipular os sacos de lixo, eles podem furá-los ou rasgá-los, expondo itens contaminados ao ambiente. Coloque o material cortante em caixas de papelão ou garrafas pet.
  • Depois de manipular os sacos de lixo, higienize as mãos lavando com água e sabão ou usando álcool em gel.
  • Não faça o descarte do lixo antes de duas horas antes do horário previsto para a coleta. O tempo prolongado de permanência no lugar da coleta aumenta o risco de o saco ser rasgado por um animal, por exemplo, e o material contaminante cair na rua.

 

Fonte: Dra. Renata Beranger, infectologista do Hospital Samaritano Botafogo.

Logo do Americas Serviços Médicos.
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país.