Imagem de placeholder

ComPaixão

Programa leva jovem para perto dos ídolos em dia de clássico

11/03/2020 - 3 minutos de leitura

Sonho do paciente era ver o jogo do seu time na Arena Corinthians.

Domingo de clássico e emoção à flor da pele. Era dia 2 de fevereiro e Corinthians e Santos se enfrentavam pelo Campeonato Paulista, com um convidado muito especial: João Victor de Barros Gadelha, de 12 anos, entrou em campo ao lado do atacante Boselli, do Timão, sentindo toda vibração da torcida logo em sua primeira visita ao estádio do seu time de coração.

Era o ponto alto daquele dia em que João Victor encerrara o sexto e último ciclo de quimioterapia para tratamento de um osteosarcorma, diagnosticado em abril de 2019. Após uma cirurgia para amputação de um segmento da perna, colocação de prótese e várias internações para o tratamento, a melhora do garoto foi celebrada com uma festa no Hospital Samaritano – Higienópolis e uma grande surpresa: a ida ao estádio, com direito a conhecer os jogadores, entrar em campo com o time e assistir ao jogo em local privilegiado, pertinho do campo.

Era mais um sonho realizado pelo programa ComPaixão, do Americas Serviços Médicos, desta vez organizado pelo Samaritano – Higienópolis em parceria com a área de Responsabilidade Social do clube paulista. “Sempre perguntamos para nossos pacientes o que importa para eles e tentamos realizar seus desejos. É uma forma de promover momentos de descontração, amenizando as marcas do período complicado que passaram. Procuramos deixar uma lembrança positiva de toda a experiência”, explica Priscilla Munaretto, gerente de Atendimento do Hospital.

Surpresa e emoção

Para o jovem, a ação realmente foi marcante e inesquecível: “Ele fez o pedido, mas não sabia se seria possível realizar o sonho. Somente na saída do hospital foi comunicado de que iríamos ao estádio. Foi uma enorme emoção”, conta a mãe de João Victor, Carolina de Barros Sallas.

No estádio, mais surpresas e muita alegria. João Victor pôde conhecer os jogadores antes da partida e completou sua coleção de autógrafos em uma camisa do time. “Um amigo tinha levado sua camisa para que os jogadores autografassem em seu aniversário, em novembro, mas nem todos estavam presentes no dia. Quando os atletas se lembraram de sua camisa, ele se sentiu especial”, lembra Carolina. Para completar, João Victor viu seu time vencer o clássico por 2 a 0.

Apaixonado por futebol, João Victor jogava e era destaque em campeonatos interescolares, tendo sido inclusive campeão de torneios. Tinha grande simpatia pelo Corinthians, mas ficava dividido para não magoar o pai são-paulino. No entanto, o Timão conquistou de vez seu coração quando, ainda na época do tratamento, recebeu um vídeo do ídolo Ralf, jogador alvinegro na época, com palavras de incentivo e carinho.

Superando as más lembranças

Toda emoção proporcionada pelo ComPaixão ajudou João Victor a superar as lembranças dolorosas do que viveu no último ano. “Não tenho palavras para descrever tamanha felicidade que vi em João Victor naquele dia. Foi algo tão impactante que hoje ele se lembra e fala muito mais do jogo do que do tratamento”, destaca Carolina.

De volta à escola após um ano afastado, várias internações e praticamente nenhuma atividade social devido às restrições do tratamento, o jovem torcedor retoma a vida com uma história feliz para contar aos colegas. “Agradeço imensamente por tudo isso”, emociona-se a mãe.

Logo do Americas Serviços Médicos
Americas Serviços Médicos

O mais moderno Grupo Médico-Hospitalar do país